Download PDF
image_print

Em sua trajetória, Farmanguinhos reuniu características e vantagens que tornaram possível investir na área de pesquisa e desenvolvimento de fármacos e medicamentos, tanto de origem sintética quanto de origem vegetal.

Dessa forma, a instituição busca o fortalecimento da pesquisa e do desenvolvimento, através do constante esforço do seu corpo de pesquisadores, tecnologistas e técnicos com foco em soluções para as doenças negligenciadas, as doenças de alto custo e as doenças de alta incidência. Além disso, as análises de dados estatísticos do quadro epidemiológico do país são, igualmente, de suma importância para o direcionamento das ações estratégicas do Instituto.

Como resultado, a Pesquisa de Farmanguinhos estabeleceu parcerias técnicos-científicas, visando fortalecer sua competitividade nesse cenário de P&D dentro da indústria farmacêutica.

Atualmente, a área de P&D é estruturada por 4 departamentos que atuam integrados em atendimento aos objetivos institucional.

Departamento de Síntese de Fármacos

O departamento desenvolve atividades de pesquisa e desenvolvimento de fármacos e medicamentos de interesse da instituição e do país, a partir de três estratégias principais: engenharia reversa de medicamentos não protegidos por patentes, ou a expirar, e inovação radical e/ou incremental de novos fármacos e medicamentos a partir da química orgânica e medicinal.

O objetivo principal é a síntese de moléculas bioativas com potencial atividade contra malária, doença de Chagas, leishmaniose, tuberculose, câncer e AIDS.

Este departamento também possui uma estrutura denominada Serviço de Aumento de Escala, que tem como objetivo a reprodução dos processos que foram desenvolvidos em pequena escala nos laboratórios de Síntese de Fármacos e outros laboratórios, a fim de padronizar as diversas etapas dos processos e estabelecer parâmetros para viabilizar a produção de fármacos, intermediários químicos, produtos biológicos e fitoterápicos em larga escala. Paralelamente, busca-se a otimização técnica com economia das operações. Saiba mais

Departamento de Produtos Naturais

Farmanguinhos conta com uma importante estrutura de laboratórios voltados para atividades de Química de Produtos Naturais. Esses laboratórios têm como objetivos o desenvolvimento de fitoterápicos ou de fármacos a partir da biodiversidade brasileira, validação de espécies de plantas medicinais e validação de produtos de bioconversão.

Como produtos e oportunidades, as equipes apresentam extratos padronizados, ingredientes ativos, marcadores, plantas medicinais e fitoterápicos voltados, sobretudo, para o tratamento de doenças negligenciadas, hipertensão e câncer. Saiba mais

Departamento de Farmacologia

A Pesquisa é reforçada com os dois grandes laboratórios de Farmacologia Aplicada e Farmacologia Molecular. O laboratório de Farmacologia Aplicada tem como objetivo pesquisar e avaliar a eficácia de novos fármacos, de origem natural ou sintética, através de testes “in vitro” e “in vivo”, dando suporte ao Desenvolvimento Tecnológico e ao registro de novos medicamentos. Inflamação, alergia, imunorregulação, malária e tuberculose são os principais campos de atuação do laboratório.

O laboratório de Farmacologia Molecular foca em identificar compostos com atividade anti-proliferativa, indutores de apoptose, inibidores da migração de células tumorais, visando o desenvolvimento de novos fármacos e produtos tecnológicos para o tratamento de tumores sólidos, leucemias e doenças crônico-degenerativas.

Farmanguinhos também possui um Biotério de Experimentação, que desenvolve atividades de manutenção dos animais em experimentação nas etapas de pesquisa e desenvolvimento pré-clínico de novos fármacos e identificação de novos alvos terapêuticos. O biotério atua atendendo as necessidades dos pesquisadores e alunos não só na manutenção dos animais recebidos do Centro de Criação de Animais de Laboratórios – CECAL, mas também na assistência técnica dos ensaios in vivo. Dependendo do objetivo do experimento, o setor utiliza-se de várias cepas de animais, inclusive cepas transgênicas, ou seja, geneticamente modificadas.

Saiba mais

Departamento de Métodos Analíticos e Tecnológicos

O Departamento é constituído pelo Serviço de Métodos Analíticos (SMA), Laboratório de sistemas Farmacêuticos Avançados (LASIFA) e Laboratório de Farmacotécnica experimental. Este departamento tem por finalidade prestar suporte analítico para desenvolvimento e caracterização de insumos e formulações farmacêuticas com base em novas abordagens analíticas e de processamento.

O SMA tem como atividades o desenvolvimento de metodologias analíticas instrumentais, execução de análise instrumental e validação de métodos analíticos. Este setor participa da rede de plataformas da Fiocruz ligada ao programa de desenvolvimento tecnológico em insumos para saúde – PDTIS.

 O LASIFA é um laboratório voltado para o desenvolvimento e caracterização de insumos e formulações farmacêuticas com base em novas abordagens analíticas e de processamento. As linhas de pesquisa vinculadas ao laboratório são basicamente três: 1) sistemas avançados de liberação de fármacos, com foco em nanotecnologia farmacêutica; 2) materiais farmacêuticos, com foco em cristalização e cristalografia; 3) assuntos regulatórios e propriedade intelectual vinculados à tecnologia farmacêutica e ao desenvolvimento farmacêutico.

O Laboratório de Farmacotécnica Experimental desenvolve estudos preliminares de formulação e processos para o desenvolvimento de novos produtos farmacêuticos de origem natural, sintética ou biossintética.

Saiba mais