Download PDF
image_print

 

Os cinco jovens exploraram novos conhecimentos na Produção, Controle e Garantia da Qualidade e nos Laboratórios de Tecnologia Farmacêutica e de Estudos do Estado Sólido

Após quatro meses de novas experiências no Rio de Janeiro, os cinco estagiários de Farmácia da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), na Bahia, concluíram o estágio realizado em Farmanguinhos. Os estudantes tiveram a oportunidade de aprofundar os conhecimentos nas áreas da Produção, Controle e Garantia da Qualidade e nos Laboratórios de Tecnologia Farmacêutica (LTF) e de Estudos do Estado Sólido (LEES).

A parceria do Instituto, através do Núcleo de Formação Profissional, do Departamento de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH / VDGT), com a UEFS, acontece desde 2003 e a cada ano, oferece a oportunidade de novos alunos da Graduação de Farmácia explorarem a prática de áreas produtivas e laboratoriais de uma Indústria Farmacêutica. Além disso, os jovens têm a oportunidade de morar temporariamente em outro estado e ampliam os contatos profissionais.

Em maio, foi realizada uma palestra de encerramento, com vídeo motivacional, depoimentos dos alunos, das docentes da disciplina Indústria-Escola da UEFS, Sônia Carine e Inalva Valadares e ainda, dos supervisores de cada área, que acompanharam os estagiários ao longo destes quatro meses. Além da bagagem profissional, os futuros farmacêuticos destacaram, com muita emoção, o amadurecimento pessoal e os momentos vivenciados no Complexo Tecnológico de Medicamentos.

Thaís Cardoso (da ponta da esquerda) com a equipe da produção

A estagiária Thaís Cardoso, atuou na produção, e contou como foi gratificante. “O estágio em Far contribuiu para o meu crescimento pessoal e profissional. Ao mesmo tempo que o CTM abriu as portas de todos os seus setores para proporcionar o aprendizado no estágio, seus colaboradores nos acolheram como uma família. Pude aprender e viver a atividade do farmacêutico na indústria de medicamentos. Volto para concluir o meu curso, com a certeza que serei uma profissional melhor”, destacou.

Cada estagiário teve um responsável da área para acompanhar as atividades propostas e desenvolvidas. Maria Miralva, da Produção, apontou alguns ensinamentos deste período. “Foi proporcionado à Thaís o conhecimento e a capacitação em processos produtivos, com base nos requerimentos de Boas Práticas de Fabricação e em normas nacionais e internacionais de qualidade. Acreditamos que a vivência no ambiente de uma indústria farmacêutica foi de suma importância para seu desenvolvimento acadêmico e profissional.  Para nós, foi muito gratificante participar ativamente deste momento, agregando conhecimento e experiência. Ela demonstrou maturidade e capacidade de absorver todo o conteúdo que lhe foi apresentado, concluindo o seu estágio com sucesso”, concluiu.

Thaís Cardoso (ao centro de azul e branco) nos momentos de descontração com os profissionais da Produção da Unidade