Download PDF
image_print

75 crianças da Cidade de Deus estiveram no CTM para um dia especial, com brincadeiras, lanche, música e presentes

A magia do Natal estacionou em Farmanguinhos na manhã desta terça-feira (17/12). Ao invés do seu tradicional trenó, o bom velhinho chegou de carro, mas com a mesma alegria e sacola de presentes de sempre. E isso foi o bastante para encantar as 75 crianças de 0 a 12 anos da Associação Semente da Vida da Cidade de Deus (Asvi) e do grupo Ecorede, ambos da CDD, durante o Natal Solidário. Eufóricas, elas correram atrás do carro para receber o Papai Noel.

Além dessa presença ilustre, que distribuiu sorrisos, abraços e presentes, a 13ª edição do Natal Solidário contou com as participações dos padrinhos, que puderam brincar com os seus afilhados durante toda manhã, de recreadores, que promoveram jogos em tamanho real e interativos, como dama, dominó, vareta, futebol, jogo da velha, boliche, amarelinha, dentre outros, e com um lanche pra lá de especial, com comidas típicas, salada de frutas, bolo, biscoitos, refrigerante, sucos, picolés e outras guloseimas oferecidas com muito carinho pelos parceiros Carlinhos Eventos e Grupo Savvy. O encerramento ficou com Coral Vozes de Far, Sons de Far e Mãos de Far, que cantaram músicas temáticas e animaram o ambiente.

Estreante na festividade, Thamyres da Silva, do Setor Contábil Fiscal, contou como foi a experiência.

“É o primeiro ano que participo do projeto e foi gratificante sentir o quanto podemos fazer a diferença com pequenos gestos na vida dessas crianças. Em meio à correria do dia a dia esquecemos de refletir sobre as coisas que realmente possuem valor, e pasmem: são coisas simples! Pequenas atitudes podem transformar o dia do outro em um momento inesquecível. A Sarah amou os presentes, mas sem dúvidas, eu fui a maior presenteada nessa experiência”.

A afilhada Sarah Barbosa, de 7 anos, confirma a versão de Thamyres: “Eu amei o evento, o meu presente, a minha madrinha, as brincadeiras… É a primeira vez que eu venho. Foi muito legal”, salienta.

Thamyres e a afilhada Sarah.

Já o veterano Renan Santos, do Serviço de Validação, que participou pela segunda vez, revela a sua motivação em fazer parte dessa campanha.

“Sempre que eu tenho uma oportunidade de ajudar, de impactar vidas, seja na igreja ou no trabalho, eu abraço essa causa. Acho bacana poder contribuir, de certa forma, com o futuro dessas crianças, já que elas irão testemunhar o que viveram aqui e influenciar outras crianças. Poderão, até mesmo, agir da mesma forma quando forem adultas, proporcionando essa mesma alegria”.  

Renan e o afilhado Arthur.

A coordenadora da Assessoria de Gestão Social, Magali Portela, ressaltou a importância do projeto e da participação coletiva para o sucesso do evento:

 “Gratidão. Essa palavra me define. Para mim, esse é o melhor evento, já que congrega tudo: o espírito de solidariedade e de compartilhamento. Cada pessoa que está presente, está aqui porque escolheu participar. É um espaço maravilhoso tendo vida, sendo aproveitado, principalmente por essas crianças que possuem um dia a dia tão violento. Aqui elas podem brincar à vontade. Cada gesto, cada abraço, cada carinho que a gente recebe aqui hoje é muito gratificante. Não tem preço. Agradeço a Direção, por mais uma vez permitir a realização do evento, aos colaboradores que apadrinharam as crianças e, além dos presentes, estão aqui doando seu tempo e o seu carinho, e aos parceiros por toda ajuda. Tudo só foi possível devido a coletividade, a essa construção em conjunto”, declara.

Confira as fotos: