Download PDF
image_print

As ações fazem parte da campanha Páscoa Solidária da unidade. 480 caixas de bombons já foram distribuídas às crianças. A próxima etapa é entregar cestas básicas a 100 famílias

 

A pandemia do novo coronavírus aumentou o desemprego e agravou a fome nas favelas. De acordo com um levantamento da Central Única de Favelas (Cufa), 82% da população dessas áreas dependem de doações para alimentar a família. É o caso dos moradores da Cidade de Deus, comunidade da zona oeste carioca com mais 60 mil habitantes. Neste cenário desafiador, o Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos/Fiocruz) tem desenvolvido uma série de ações em prol dessa população. A mais recente é a Campanha Páscoa Solidária que, além de adoçar a vida das crianças com chocolates, também entregará cestas básicas às famílias.

Inicialmente, a instituição distribuiu 480 caixas de bombons para as crianças vinculadas a projetos de instituições parceiras da Assessoria de Gestão Social da unidade, como a Associação Sementes da Vida (Asvi), Alfazendo, Comunidade Guaranys e Canelinhas. As entregas foram realizadas na semana da Páscoa, tornando a data mais doce e cheia de alegria para a criançada.

Em paralelo, considerando a gravidade da situação e dando continuidade à campanha, a força de trabalho de Farmanguinhos está se mobilizando para doar cestas básicas à comunidade. A meta é beneficiar 100 famílias com a entrega de alimentos.

“A criança de favela vive uma realidade muito dura, em que sonhar é um privilégio de poucos. Assistem pelas telas outras crianças iguais a elas esbanjando sorrisos e alegrias por ganharem seus ovos de Páscoa. A Direção de Farmanguinhos sabe bem como as desigualdades e as privações marcam a vida destas crianças e doar nesta páscoa tão atípica fez a total diferença. Além disso, estamos vivendo tempos difíceis de pandemia em que os riscos de morte se sobrepõem ao sentimento de esperança e de vida. Então, nesta Páscoa, não faria sentido doar somente chocolates. Vamos expandir a campanha e também doar alimentos, já que muitas famílias dependem do nosso afeto para superar a fome”, destaca a supervisora da Assessoria de Gestão Social, Magali Portela.

Confira, abaixo, as fotos das entregas: